Edição 32 – Novembro 2012

O desfecho da mais incrível temporada da história da F1 não poderia ser mais dramático, caótico, épico e emocionante. Interlagos, pista que sempre dá corrida boa, pregou mais uma das suas peças no último dia 25 de novembro. Na montanha-russa que é o circuito paulistano, o desafiante Fernando Alonso, no corner vermelho da Ferrari, por muito pouco não virou tricampeão do mundo. Mas desta vez, a sorte estava ao lado de Sebastian Vettel. No corner azul da Red Bull, o alemão teve ao seu lado, além da competência habitual, um RB8 tão forte quanto um tanque de guerra, capaz de suportar até mesmo a batida com Bruno Senna na primeira volta, para brilhar com a corrida da sua vida, a corrida do tri.

O antes, durante e depois da epopeia em Interlagos estão relatados com detalhes na matéria de capa da WARM UP, edição 32. Evelyn Guimarães e Fernando Silva trazem os bastidores da decisão entre os dois maiores nomes da geração atual da F1: Vettel e Alonso. Enquanto o espanhol se mostrava o tempo todo com a cara fechada, num misto de concentração e tensão — deixando para as mídias sociais as frases de efeito e motivação —, Seb, de perfil mais discreto e nada midiático, era a cara da tranquilidade e segurança. No fim das contas, ambos, cada um à sua maneira, são grandes, enormes figuras do esporte na atualidade.

De Interlagos, a WUp também traz outro fato histórico. Pela primeira vez em toda sua existência, a F1 tem uma mulher como chefe de equipe. Monisha Kaltenborn, jovem advogada indo-austríaca, recebeu das mãos de Peter Sauber a responsabilidade de levar adiante a equipe que leva seu sobrenome. A Sauber, aliás, foi uma dos grandes destaques da temporada, graças aos talentosos Sergio Pérez, de partida para a McLaren, e Kamui ‘Mito’ Kobayashi, que busca um lugar ao sol em 2013.

Na série Grandes Entrevistas, feita por Fernando Silva e com a colaboração de Juliana Tesser, Monisha falou sobre a responsabilidade de conduzir a Sauber nesta nova fase da equipe. Admiradora da presidenta Dilma Rousseff, Kaltenborn, a mulher mais poderosa da F1, também disse que o Brasil serve como exemplo de gestão para todo o mundo.

Novamente, Evelyn Guimarães dá o ar da sua graça e, no rescaldo da sua viagem ao Velho Mundo, assina uma reportagem imperdível sobre Coriano, a cidade do saudoso Marco Simoncelli. Cravada no interior da Itália, Coriano ainda respira motovelocidade e reverencia seu filho mais ilustre e famoso.

Indispensável a leitura da seção Stop & Go, quando Evelyn entrevistou o lendário Chico Rosa, que traz um novo panorama a respeito do futuro de Interlagos. A edição 32 da WUp também reserva uma reportagem sobre a Mitsubishi Cup, o celeiro do rali cross-country no Brasil, além nas nossas seções habituais e as colunas dos sempre necessários Américo Teixeira Jr., Fernando Rees e Felipe Corazza, com seu ‘O automobilismo não é tudo’.

Boa leitura!

Os comentários estão encerrados.