Edição 33 – Dezembro 2012

O que quer o ‘amigo ligado’ na TV? É esta a pergunta que a Revista WARM UP faz em sua edição 33, a última de 2012. Neste mês de dezembro, a reportagem de capa aborda a maneira como a F1 é levada aos telespectadores ao redor do mundo e as suas diferenças em relação ao que acontece no Brasil, onde o esporte é exibido pela Rede Globo.

Duas referências são chave nesta matéria: Reginaldo Leme, lenda do jornalismo brasileiro, que comenta os novos rumos da emissora carioca na transmissão da principal categoria do esporte a motor; e Martin Brundle, ex-piloto de F1 e comentarista da britânica Sky Sports, emissora que transmite todas as provas do Mundial via TV por assinatura. Ainda sobre a pauta, um capítulo especial desta reportagem foi reservada à maneira como a Indy é abordada pela TV Bandeirantes. E aí, o desafio para atrair o público brasileiro é ainda maior, já que a categoria enfrenta um concorrente peso-pesado e de muito mais apelo.

A edição 33 também traz o resultado da votação dos Melhores do Ano: durante o último mês, os leitores da WARM UP escolheram os destaques de 2012 em diversas categorias e apontaram também quem foi a decepção da temporada. Victor Martins faz uma análise profunda a respeito do que foi a F1 neste ano e não tem dúvidas em apontar: o esporte tem um novo gênio da raça. Saiba quem é clicando na capa aí acima.

Destaque, também, para as entrevistas que a WARM UP traz em dezembro. Evelyn Guimarães, em seu giro pela Itália, conversou com Giacomo Agostini, um verdadeiro mito da motovelocidade, com 15 títulos mundiais, para a seção Stop & Go. Fernando Silva, em São Paulo, falou com Paulo Nobre, o Palmeirinha, que formou, ao lado de Edu Paula, a primeira dupla brasileira a disputar a temporada completa do WRC. O piloto falou da sua vontade de ser presidente do Palmeiras (é candidato à presidência do clube, em crise).

Indispensável, também, a leitura das colunas de Américo Teixeira Jr. — que fala dos rumos do automobilismo brasileiro — e Felipe Corazza, com uma pensata necessária no seu ‘O automobilismo não é tudo’.

Boa leitura e Feliz 2013!

Os comentários estão encerrados.